Como Lidar com Gerações Diferentes no Mercado de Trabalho

//Como Lidar com Gerações Diferentes no Mercado de Trabalho

Como Lidar com Gerações Diferentes no Mercado de Trabalho

Lidar com gerações diferentes no ambiente profissional requer diplomacia e maturidade para aceitar as diferenças e o modo peculiar com que cada geração desempenha suas funções. Como cada profissional viveu em um contexto histórico, é inevitável que ocorram alguns conflitos de ideias e comportamentos.

Atualmente, estão interagindo no mercado de trabalho quatro tipos de gerações: os Baby Boomers, nascidos entre 1945 e 1960; a geração X, dos nascidosde 1960 até o fim da década de 70;a geração Y, nascidos nos anos 80, e a geração Z,aqueles que vieram ao mundo na segunda metade da década de 90 até os dias de hoje.

De acordo com Alonso Garrote,especialista em RH e culturas organizacionais, as gerações Baby Boomers e a dos jovens de 18 e 29 anos possuem visões bem distintas do mundo. “A primeira geração aprendeu muito cedo a respeitar os valores familiares, ter disciplina no trabalho, ordem e obediência para serem recompensados. Já a geração Y, nascida na era do conhecimento e da tecnologia, é mais pragmática, decidida e questionadora”, observa.

Como as gerações podem conviver de modo harmônico, sem entrar em conflito? O especialista orienta que ao se inserirem  em uma organização, os profissionais devem identificar qual a missão, a visão e os valores daquela empresa para melhor se adaptarem à cultura organizacional. Além disto, o respeito e a maturidade das gerações congregadas no meio corporativo são essenciais para que cada um possa mostrar sua competência e desenvolver um bom relacionamento. “O jovem deve assimilar o conhecimento das pessoas mais experientes e buscar complementar e ajustar suas opiniões e valores à realidade na qual  está inserido. Os das gerações Baby Boomers e Xdevem ter humildade e sensibilidade para perceber e compreender o modo peculiar do jovem se comportar e compreender o  mundo. Com bom senso, flexibilidade e boa comunicação, será possível harmonizar todas as gerações”, afirma o especialista.

Independentemente das gerações, as pessoas têm de compreender que a empresa possui  normas, regras e padrões a serem seguidos. “Nenhuma geração é melhor ou pior  do que a outra,  apenas cada uma viveu em uma época diferente. Dar o melhor e contribuir para o aumento da produtividade e sucesso na organização é dever de todos”, finaliza Garrote.

Fonte – http://www.deleon.com.br/crcsp/2011/109/04_carreira_a.htm

By | 2017-08-23T16:23:09+00:00 agosto 23rd, 2017|Artigos|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment